22 de ago de 2012

Moda - Casa das Violetas Brechó

Oi meninas, 

Para dar sequencia que tal uma boa dica de como se manter na moda sem gastar. 
Eu vivo em busca das peças mais em conta, para que sirvam não apenas no meu corpo mas também no meu bolso. E alguns meses atrás descobri uma proposta fantástica, um brechó pela internet, mais precisamente pelo Tumblr.

É isso aí gente, brechó pela internet, primeiro fiquei apreensiva meio desconfiada, mas depois que conversei com uma das meninas que organizam e algumas amigas que já conheciam fiquei muito interessada pela proposta. E por ser uma informação muito útil principalmente para quem ama moda e estilo decidi contar pra vocês o que conversamos.

É o Casa das Violetas Brechó, lá você encontra as fotos das peças, sempre fotografadas em ambientes lindos compondo looks com muito estilo. Todas as informações de tamanho, valor e tecido já estão na legenda da foto, e na parte de contatos você localiza todas as informações de pagamento. além do contato é claro com as responsáveis.


Um brechó on line

Vamos para a entrevista?  

Como foi o surgimento da ideia de montar um brechó, e por que montar um brechó e não uma loja comum?

Resolvemos montar um brechó por acaso. Simplesmente porque queríamos dividir com as amigas os nossos achados de garimpo. As pessoas foram gostando e então percebemos um grande nicho, resolvendo então expandir esse acervo para um público maior. Em resumo, criar um brechó foi uma iniciativa motivada pelos nossos próprios hábitos de consumo e pelo amor pelo vintage.

Como e porque surgiu a ideia de ser um brechó pela internet?

A internet é a maneira mais fácil de espalhar ideias e iniciativas hoje em dia, bem como de divulgar novos produtos e serviços. Vender pela internet é somente um jeitinho de atingir um mercado maior.


Da esquerda para direta - Jéssica e Silvia
Quem são os responsáveis pela ideia e montagem do brechó?

Eu, (Silvia Maria, jornalista) e Jéssica Valmórbida que é estudante de filosofia.



Em que momento da vida de você(s) essa ideia surgiu?



Como eu disse, foi por acaso. Nos deparamos com um gosto em comum e percebemos que mais pessoas tinham interesse por peças vintage, (começando no nosso próprio círculo de amigos) mas não tinham tempo ou disposição para ir atrás. Então, resolvemos fazer esse trabalho para elas.


Por que vocês escolheram o Tumbler como plataforma para o negócio e não um site, ou um blog?



O tumblr foi um primeiro “experimento” e foi escolhido por conta da atmosfera cool que o envolve. Estamos trabalhando muito e vem site, blog, loja virtual e mais um monte de coisa por aí. Vimos que a coisa tem dado certo e estamos buscando a profissionalização do projeto. Além das vendas online, temos realizado bazares bimestrais em Campinas, sempre com a proposta de aliar à sustentabilidade na moda com cultura e arte, por exemplo, trazendo exposições e apresentações musicais de artistas locais.

Como essas peças são adquiridas, e após essa aquisição como elas são "tratadas" para repassar ao cliente? Vocês tem critérios de seleção das peças que serão vendidas no brechó? Quais são elas?



Existem vários caminhos para a aquisição.
Todas as peças passam por uma curadoria, ou seja, escolhemos a dedo o que vai para nossas araras. E tomamos o cuidado de só colocar coisa que a gente gosta, usaria ou acha bonito. Acho que o nosso gosto pessoal é o nosso maior critério. Independente de modismos ou tendências.
As peças escolhidas são lavadas, passadas e muitas vezes até customizadas para ganharem um ar mais atual e diferente. Tudo para deixá-las novinhas de novo, prontas para serem usadas novamente. Além disso, também passamos a desenvolver nossas próprias coleções de acessórios.


Bazar realizado no último sábado (18/07)  em Barão Geraldo
Sei que vocês fazem exposição das peças em eventos como o bazar que aconteceu no sábado (18), eles acontecem de quanto em quanto tempo? E vocês  já pensam em quando farão o próximo?

Os eventos são bimestrais! O próximo não será um bazar organizado por nos, mas participaremos como expositoras. Acontecera em São Paulo, agora no mês de setembro. Aqui em Campinas a previsão é de um novo bazar em outubro.


E vocês pode dar mais informações sobre esse evento de setembro?


Acontecerá no dia 8 de setembro e o evento chama Bazar dançante. Mas, por enquanto não posso maiores detalhes.

--

Hoje elas também contam com uma página no Facebook onde mantém atualizações sobre os eventos em elas expõem as peças. 

Vale saber que elas se intitulam "ratas de brechó" e provavelmente esse seja um dos motivos do sucesso que o projeto ganha a cada dia além do publico cativo.

Vocês já conheciam essa proposta, o que acham?


Beijos, Sther!

Nenhum comentário:

Postar um comentário